loading please wait..

textos

Amizade incondicional: os inimigos não são as pessoas

por Marcus Telles Sei que é uma ideia totalmente insana pra nossa cultura, mas. Precisamos verdadeiramente partir de algo como uma amizade incondicional por todos os seres. Nada menos que isso. Claro que, apresentada tão brevemente, surgem reações óbvias e compreensíveis. “E quem faz merda?” A amizade é com os seres, não com a ação…

Leia mais →

Da necessidade de imaginar ativamente

por Marcus Telles Não conheço ninguém que deixaria de dar atenção à própria avó se ela estivesse sentada sozinha na sua frente. Mas basta colocarmos algumas paredes, carros e pessoas vendendo pipoca entre nós, e, pronto, facilmente passamos semanas sem telefonar para ela. Louis CK explora bem como deixamos nossa moralidade ser moldada pelo aspecto…

Leia mais →

Suas opiniões resistem à redescrição?

por Marcus Telles Como todo mundo já deve(ria) ter notado, é padrão que propostas punitivistas descrevam aquele que deve ser punido ou eliminado como “verme”, “nóia”, “filho da puta”, “vândalo”, “black bloc”, “esquerdalha”, “fascista” etc. Você manteria seu discurso se redescrevesse o xingamento por um termo mais amplo, como “pessoas”? Em vez de “tem que…

Leia mais →

Tenho quatro quilômetros de altura e milhões de anos de idade

por Marcus Telles Nos achamos racionais e secularizados, mas acreditamos na existência de “eu”, uma entidade com fronteiras mais ou menos demarcáveis no espaço do corpo, com existência independente e autônoma. Mesmo quando pensamos em almas, pensamos assim. Questões como “existe vida após a morte?” frequentemente partem desse pressuposto de eu isolável, que então deixaria…

Leia mais →